Mathias Bregnhøj continua no 2.º lugar da Geral do Grande Prémio Douro Internacional após a 2.ª Etapa ser neutralizada

Mathias Bregnhøj, da Equipa Profissional de Ciclismo Sabgal / Anicolor, continua no 2.º lugar da Geral do 4.º Grande Prémio Douro Internacional, após a 2.ª Etapa ter sido neutralizada a cerca de 20 km da meta, devido às condições meteorológicas adversas. Com os tempos da tirada deste sábado sem contar para a Geral, tudo se manteve na mesma. Também Luís Mendonça permanece no comando da Geral das Metas Autarquias e enverga a Camisola Dourada.

A 2.ª Etapa ligou Santa Marta de Penaguião a Carrazeda de Ansiães, ao longo de 147,2 km e foi após estarem percorridos 25 km que se formou uma fuga, com oito corredores, que após descolar um deles passou a sete elementos.

Por questões de segurança, a tirada seria neutralizada aos 91 km, no Prémio de Montanha do Alto de Cavalo, quando os sete fugitivos seguiam com 04m30s de vantagem. As condições meteorológicas difíceis tornaram a descida demasiado perigosa e a organização optou por fazê-la a ritmo controlado, retomando os ciclistas à estrada mais de meia hora depois, com os tempos da fuga inalterados.

Apenas os fugitivos disputaram a vitória da tirada, nos últimos 20 km, enquanto o pelotão seguiu neutralizado até ao final. Consequentemente, os tempos da 2.ª Etapa não contaram para a Geral Individual e tudo se manteve sem alterações.

Rúben Pereira, diretor desportivo da Sabgal / Anicolor, apenas referiu que “a corrida foi neutralizada devido às péssimas condições meteorológicas, que podiam colocar os corredores em risco, portanto continua tudo em aberto. Restam-nos dois dias importantes e decisivos, onde vamos fazer o nosso melhor”.

Amanhã é dia de etapa-rainha, com três exigentes Prémios de Montanha ao longo dos 129,6 km de viagem, que ligam Tabuaço (12H00) a Armamar (15h10). É a tirada mais curta, mas a contagem de 1.ª categoria na Desejosa e a de 2.ª na Vila de Fontelo são muito exigentes e antecedem mais um final em alto. Serão 6,75 km com uma inclinação média de 6,9%, sendo esta meta mais uma vez coincidente com um Prémio de Montanha de 1.ª categoria.

CLASSIFICAÇÕES:
4.º GRANDE PRÉMIO DOURO INTERNACIONAL
2.ª ETAPA: Santa Marta de Penaguião – Carrazeda de Ansiães » 147,2 km

CLASSIFICAÇÃO INDIVIDUAL NA 2.ª ETAPA
1.º Francisco Pereira (ABTF Betão/Feirense), 04h24m50s
1.º Gaspar Gonçalves (Aviludo/Louletano/Loulé), mt
1.º Jorge Galvez (Zamora Enamora), mt
1.º Luís Mendonça (Sabgal / Anicolor), mt
1.º Rafael Reis (Sabgal / Anicolor), mt
1.º Julius Johansen (Sabgal / Anicolor), mt
1.º Artem Nych (Sabgal / Anicolor), mt
1.º Mathias Bregnhøj (Sabgal / Anicolor), mt
1.º André Carvalho (Sabgal / Anicolor), mt
1.º Oliver Rees (Sabgal / Anicolor), mt

CLASSIFICAÇÃO GERAL INDIVIDUAL – AMARELA (após a 2.ª Etapa)
1.º Francisco Peñuela (Rádio Popular-Paredes-Boavista), 08h24m22s
2.º Mathias Bregnhøj (Sabgal / Anicolor), a 10s
3.º Nicolás Tivani (Aviludo-Louletano-Loulé Concelho), a 14s
16.º Artem Nych (Sabgal / Anicolor), a 42s
26.º Luís Mendonça (Sabgal / Anicolor), a 01m08s
35.º Oliver Rees (Sabgal / Anicolor), a 07m30s
38.º André Carvalho (Sabgal / Anicolor), a 07m34s
55.º Rafael Reis (Sabgal / Anicolor), a 22m57s
56.º Julius Johansen (Sabgal / Anicolor), mt

CLASSIFICAÇÃO GERAL EQUIPAS
1.ª Rádio Popular-Paredes-Boavista, 25h14m17s
3.ª Sabgal / Anicolor, a 39s

CLASSIFICAÇÃO GERAL PONTOS – VERDE
1.º Francisco Peñuela (Rádio Popular-Paredes-Boavista), 30 Pontos
2.º Mathias Bregnhøj (Sabgal / Anicolor), 26 Pontos
16.º Luís Mendonça (Sabgal / Anicolor), – 6 Pontos

CLASSIFICAÇÃO GERAL MONTANHA – AZUL
1.º Tiago Leal (Rádio Popular-Paredes-Boavista), 10 Pontos
11.º Luís Mendonça (Sabgal / Anicolor), – 2 Pontos

CLASSIFICAÇÃO GERAL META AUTARQUIAS – DOURADA
1.º Luís Mendonça (Sabgal / Anicolor), 3 Pontos
5.º Artem Nych (Sabgal / Anicolor), 1 Ponto

CLASSIFICAÇÃO GERAL SPRINTS ESPECIAIS – VERMELHA
1.º Francisco Campos (AP Hotels/Tavira/SC Farense), 4 Pontos
5.º Luís Mendonça (Sabgal / Anicolor), 1 Ponto

Foto: Igor Martins / Global Imagens

1.º Encontro de Escolas Fullracing e Circuito de Cadetes realizou-se em Águeda

Realizou-se no Parque do Casarão, em Águeda, município que recebe a sede do Clube Desportivo Fullracing, o 1.º Encontro de Escolas Fullracing e o Circuito de Cadetes. Cerca de 200 crianças de 16 equipas de todo o país participaram no evento, que teve o apoio da empresa Triangles Cycling Equipments, bem como da SABGAL, que além de patrocinador da Academia Fullracing – Águeda, anfitriã do evento, ofereceu as refeições a todos os participantes este sábado.

Foi um dia de festa, onde nem a chuva assustou, com provas de estrada, em linha para os mais velhos e gincanas e destreza para os mais novos. O objetivo foi cumprido, sendo bem visível a diversão destas crianças e jovens, que se transformou em sorrisos e superação ao longo de toda a tarde.

O repto para realizar o evento foi lançado ao Clube Desportivo Fullracing pela Associação de Ciclismo da Beira Litoral, que a Academia Fullracing – Águeda não hesitou em concretizar, com o apoio da Câmara Municipal de Águeda, da Federação Portuguesa de Ciclismo e da Triangles Cycling Equipments e SABGAL, bem como da Fundação Inatel.

Foto: Inês Calvo Fotografia

Publicar un comentario

0 Comentarios